É preciso MUDAR O AMANHÃ da Cultura de Colombo

Se a nomeação de Paulo César Cardozo para a Secretaria Municipal de de Esportes ,Cultura, Lazer e Juventude de Colombo foi justa ou não, há de se colocar na balança duas questões: Ele assumiu a pasta com porteira fechada? condição essa que não lhe permite nomear ninguém para os outros departamentos? E se essa foi a condição, Paulinho apenas se deixou levar pela ambição e status do cargo e não impôs exigência nenhuma, e  assim as chefias de outras diretorias são para atender as demandas políticas da gestão de Beti Pavin, com o intuito de agradar seus assessores de confiança deixando os interesses da sociedade de lado?

Se acaso foi dessa forma que ocorreu a nomeação, o novo secretário não terá vida fácil a partir de agora, pois não está assumindo inteiramente e sim definitivamente toda a estrutura existente, com seus acertos e erros.

Paulinho  vem fazendo um trabalho sem igual no esporte, assunto do qual entende e tem um trabalho reconhecido por todos. Mas e agora ? Dominar a gestão esportiva será fácil,o Lazer e a Juventude idem.  No tocante a Cultura de Colombo vai ser preciso exigir da prefeita liberdade para mudanças,  ou estamos fadados a ir até 2020 em marcha-ré.

A melhor solução (sugestão da maioria dos setores envolvidos)  seria dividir as secretarias e desvincular a pasta do Esporte, Lazer e Juventude da pasta da Cultura, e criar a nossa Fundação Cultural. Porém, não fizeram nada disso, mesmo sabendo que Colombo têm um movimento cultural ativo e bem organizado, vide o exemplo da Coacol, só que  largado pelas atual administração.

Não da dá mais para se  fazer balcão de negócios com a pasta, é preciso dar a chance para os ativistas culturais também participarem  da gestão. Nomes como de: Rogério Aquino, Silvio Kurzlop e Leonardo Ferreschi,  não só estão mais capacitados daquilo que aí está, como também sabem o caminho para colocar todos os movimentos do município inseridos numa política abrangente de incentivo às artes e dar aos artistas locais a oportunidade de fazer mais e melhor por Colombo.

Ao que tudo indica a Secretaria está loteada em cotas e Paulinho ficou sem o poder de escolha para a direção de Cultura, até Walter Colombo, seu mais ferrenho algoz andou postando elogios a sua a nomeação na página Destacando Colombo ( o comentário foi excluido em seguida, e as razões todos sabem).

Óbvio que o atual secretário fez por merecer a nomeação por sua atuação na área de esportes. Com certeza também vai gerir do mesmo modo a Juventude e o Lazer… A Cultura agora depende de uma ação politica mais efetiva e abrangente dos movimentos no sentindo de fazer pressão politica mesmo, pois desde a criação do Departamento de Esportes e Cultura em 1983, essa é a pior gestão de todas,  e o legado deixado por Marinei Vidolin na gestão de Jota Camargo foi destroçado. É preciso “MUDAR O AMANHÔ (titulo do livro de Silvio Kurzlop, que já virou peça de teatro e está entre os mais lidos do Paraná e do Brasil) Urgente!

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s